BTT
BTT entre o Douro e o Vale do Côa.
Voltar atrás

Uma verdadeira Aventura , repleta de locais   que nos fazem pasmar com a beleza ímpar que oferecem, as gentes do interior sempre muito amáveis e prestáveis mostram como é receber bem e a natureza podem ainda nos brindar com os voos das Águias e dos Grifos.


Uma Aventura de 147km para se dividir em duas etapas ou mais…dois dias ou os que pretender permanecer na região motivos para o fazer prolongar a estadia não faltam.


O regresso a casa pode ser feito de comboio pela linha do douro ou rio abaixo num cruzeiro que o o leva até a cidade do Porto .


O Douro é Património Mundial , justificação mais do que suficiente para  visitar esta região e apreciar o espetáculo deslumbrante das vinhas em socalcos que descem do alto das encostas a pique até as margens do Douro e imaginar o trabalho árduo necessário para produzir o famoso  vinho do Porto.


Se juntarmos o Vale do Côa, também classificado pela Unesco património mundial devido as gravuras rupestres que aqui se encontram desde o período neolítico e da idade do ferro. Adicionamos  os  extensos olivais  e  plantações de amendoeiras , que  florescem por alturas de Fevereiro e Março e tornam este vale num  quadro de beleza  cheio de cor e vida.


Nesta inesquecível panorâmica podemos ainda observar o grifo no seu habitat natural.


Tudo isto faz com que os 147km que temos pela frente para pedalar se tornem numa Aventura inesquecível  e se façam suavemente  de maneira a absorver toda esta beleza. Pelo caminho impõem se algumas paragens, no miradouro do Penedo Durão onde somos esmagados pela  paisagem , mais a frente a calçada de Alpajares, antigo vestígio da idade do ferro, obriga-nos a redobrar atenção.


E como  alguém disse “depois de uma grande descida temos uma boa subida”, em  Barca de Alva iniciamos a subida que nos leva a  aldeia histórica de Figueira de Castelo Rodrigo, as seculares muralhas são o ex-libris da aldeia e merecem a nossa atenção enquanto recuperamos as energias para enfrentar o próximo desafio, subir a Serra da Marofa  aqui e junto da estátua do Cristo Redentor  a quase mil metros de altitude temos uma  panorâmica de 360º onde a nossa vista se perde no horizonte.


Também já ouvi dizer que “depois de uma subida vem uma descida” e é o que acontece, serra abaixo vamos em direcção a Vila Nova de Foz Côa, aqui e junto ao Museu do Côa avistamos novamente o rio Douro, nova descida até a linha de agua e chegamos ao Pocinho.


Aqui podemos deixar as bicicletas de montanha e descer o rio Douro num cruzeiro ou optar pelo comboio. Qualquer seja a escolha é garantido continuar apreciar toda a beleza do Douro mas agora de outra prespectiva.   


Distância - 147km

Acumulado Subidas -3790m

Altitude máxima – 977m

Altitude mínima - 126m

Tempo estimado – 2 dias/3noites ( opção de 3 dias/4 noites, ultimo dia para o regresso)

dificuldade média-alta

guia; apoioado; auto guiado

seguro

almoço volante e recomendamos jantar em restaurante típico

podemos sugerir alojamento

viagem de regresso de comboio do Pocinho até ao Porto,estação de S.Bento.

Ou pode ainda optar por descer o  rio Douro num cruzeiro.


consulte-nos para preços

Twitter Facebook Twitter Google Plus
Peça mais informações
     
PARCEIROS
HA AVENTURAS © 2017   |   BY ADIGENCY
TURISMO DE PORTUGAL
TURISMO NATUREZA
Municipio de Lousada
ROTA DO ROMÂNICO
run4fun
Lousada Country Hotel
bike zone
Lousavinhos